Claudiabaibich

TEXTOS

POMBA GIRA GUARDIÃ , DA FIGUEIRA

As pombas Giras que atuam como Pombas Giras da Figueira são espíritos femininos que viveram encarnações como sacerdotisas ou seguidoras dos antigos cultos pagãos, onde se cultuava A DEUSA OU GRANDE MÃE.

Naturalmente que muitos desses espíritos, ainda nessas encarnações converteram-se a nova fé professada e institucionalizada como única e verdadeira, onde a figura divina feminina fora substituída pela figura divina masculina. Entretanto a maioria dessas “CONVERSÕES” foi obtida pela força do sangue derramado nas mais terríveis torturas, e as mulheres convictas em suas crenças e fortes o suficiente para bancarem o custo de serem quem eram, não aderiram à nova fé, e o resultado, todos nós sabemos qual: A FOGUEIRA. Muitas dessas fogueiras eram feitas com pedaços de madeira da ÁRVORE MÃE DOS FIGOS, A FIGUEIRA. DEVIDO À PARÁBOLA BÍBLICA EM QUE JESUS CONDENA A FIGUEIRA QUE NÃO DEU FRUTOS. NUMA INTERPRETAÇÃO SIMPLISTA, O POVO ASSOCIOU A FIGUEIRA A ALGO AMALDIÇOADO POR SI SÓ, E NÃO METAFORICAMENTE, COMO ERA A INTENÇÃO DE JESUS, LOGO ERA A ÁRVORE PERFEITA, PARA ENFORCAMENTOS OU A LENHA PERFEITA PARA AS FOGUEIRAS, ÀS QUAIS ERAM DESTINO DOS HEREGES.

O feminino telúrico, hormonal, sensível e intuitivo era análogo ao incompreensível, à Lua, à Lilith, à serpente, ao próprio instrumento de tentação lasciva usado por Satanás. E deveria ser exorcizado e domesticado. Assim as mulheres perderam seu espaço e seu respeito. tinham que exercer suas crenças de modo velado, escondido até de seus maridos e filhos. Não podiam mais usar publicamente seus conhecimentos ancestrais sobre “magia natural”. Se curavam a cólica de uma criança com o uso de erva doce, era obra do diabo; se curavam uma insonia com uso de valeriana, era obra do diabo; se obtivessem qualquer benefício para quem quer que seja com o uso de suas orações, mantras ou infusões, eram consideradas feiticeiras do demonio.

Se exerciam sua sexualidade de modo pleno, eram também consideradas pecadoras. Enfim, nada lhes era permitido, exceto a função passiva e cordata de filha, esposa e mãe.

Os espíritos que trabalham como Pombas Giras e atuam na VIBRAÇÃO DA FIGUEIRA, teem em comum as experiências como sacerdotisas, feiticeiras, curandeiras. Sendo que a vivência dos conflitos religiosos também sempre esteve presente. E usam esses conhecimentos em benefício dos que as procuram.

Não quero dizer que todos esses espíritos tenham alto grau de conhecimento e que todos sejam eruditos, isso se dá com as Guardiãs de hierarquia.

Existem Maria Mulambo da Figueira, da falange Maria Mulambo
Maria Padilha da Figueira, da falange Maria Padilha entre outras.
Com evolução da Umbanda, também no astral, logo POMBA GIRA DA FIGUEIRA irá consolidar-se como uma nova falange, deixando de ser apenas uma função.

As Pombas Giras da Figueira teem uma ampla atuação magística e são muito procuradas por outras Guardiãs para aconselhamentos e auxílio nas resoluções complexas que envolvam a quebra de magias negras.

Não costumam trabalhar diretamente na captura e vigilância de espíritos trevosos, como as Pombas Giras de Dona Rosa Caveira; ou na vigilância de espíritos em recuperação, como as Pombas Giras do Lodo.

Mas são presença constante em Terreiros, ainda que façam pouco uso da incorporação.

Esses espíritos de sacerdotisas que optaram pelo trabalho dentro da Lei de Umbanda, antes da mesma, exerciam suas funções em outros cultos contemporaneos, oriundos do culto à Grande Mãe,onde muitos outros espíritos ainda permanecem.

Nossas mestras nas artes magísticas, teem ocupado papel crescente entre os novos médiuns magistas, através de ritos, práticas, ensinamentos teóricos, revelações literárias e somam grande força na Lei de Umbanda, pelo triunfo da Luz sobre as trevas.

São Guardiãs muito queridas e compreensivas, recebem oferendas embaixo de árvores, se possível, figueiras, preferencialmente as sextas feiras e aos sábados.

Essas oferendas incluem os figos, especialmente se for para Dona Mulambo da Figueira; vinhos, maçãs, peras, pêssegos, tamarindos, romãs,incensos, velas de diversas cores, dependendo do pedido; rosas vermelhas, orquídeas, lírios, jasmim; ervas e especiarias, mel; perfumes. Suas oferendas não costumam incluir o típico Padê de Pomba Gira com farinha ou dendê.

Teem uma ligação natural com a natureza e não recebem oferendas em encruzilhadas. Podem usar as cores verde, dourada, vermelha, negra, branca e roxa.
Costumam trabalhar com pós de magias, óleos, filtros e poções, ervas, sal, terra, água entre outros elementos.
Seus pedidos atendem amor, saúde, prosperidade.

SALDAMOS TODAS AS MESTRAS GUARDIÃS DA FIGUEIRA!
CLAUDIA BAIBICH
PARA COPIAR, CITE A AUTORA!
About these ads

julho 3, 2009 - Posted by | POMBA GIRA DA FIGUEIRA

9 Comentários »

  1. Olá!
    Seu blog é lindo! Salve todas as pomba giras!

    Se possivel, deixe oque souber sobre a pomba gira VIÚVA NEGRA!

    Muitoo grata, desde ja!

    Comentário por carol | julho 6, 2009 | Resposta

  2. Claudia,
    Era exatamente o que eu estava procurando.
    Tenho uma feiticeira que me acompanha que se intitulou como Zira, que deve vir do Oriente Médio – Egito talvez – ela pode ser dessa falage que você descreve?
    Como eu faço para entrar em contato com vc?
    Até e obrigada

    Comentário por Viviane Comunale | julho 6, 2009 | Resposta

  3. Oi meu nome é Lenice estou emocionada com a complexidade e importância das informações do seu Blog…parabéns AMEI!!!

    Comentário por lelov | julho 12, 2009 | Resposta

  4. olá claudia, sou seguidora do seu blog e quero lhe parabenizar pelo seu trabalho.reparei que vc colocou muitas pombogiras e relatou suas histórias. trabalho com a pombogira menina acho que é da estrada, pois, ela ainda não disse sua atuação.gostaria se vc pudesse relatar sobre ela como fez com as outras, até porque me parece que a pombogira menina não é tão conhecida como as outras, pois, não acho muita coisa sobre ela. fiquei encantada quando achei o seu blog.grata desde já bjs carolina.

    Comentário por caroltriz | julho 12, 2009 | Resposta

  5. oi cláudia…vc esta sendo maravilhosa com esses blogs super esclarecedores…sou da umbanda há quinze anos e nunca me senti tão ligado ás energias da umbanda como agora que comecei a ler esses re latos encantadores sobre as guardiãs da umbanda…sempre trabalhei com dona maria do lodo… mais recentemente, porém ,tenho recebido dona maria mulambo da figueira…muito obrigado pelas informações sobre essa moça tão misteriosa que quase nada revela á minha mãe de santo , apenas pede que suas oferendas sejam feitas embaixo de uma figueira…grande abraço…Rogério-pr.

    Comentário por rogério | julho 14, 2009 | Resposta

  6. Olá cláudia, gostaria de parabenizar-lhe por este trabalho maravilhoso.minha curiosidade, é que vc fala sobre várias pombogiras, mas não encontrei nada sobre a pombogira que eu trabalho que é a pombogia menina.Sua atuação ainda não sei porque ela não falou, mas, desconfio que é da estrada.Se possível gostaria de saber sobre ela relatos histórias ect, o que for possível. fico grata desde já bjs Ana Carolina. meu e mail é caroltriz@hotmail.com estou passando , pois, não seiqual está aí o email do yahoo não esta em uso. bjs

    Comentário por ana carolina | julho 27, 2009 | Resposta

  7. Cláudia, boa noite.
    É pela primeira vez que comento em um de seus blogs e gostaria de parabenizar pelo belíssimo trabalho.
    Tenho seus blogs como fontes de informação segura e utilizo-os para estudo mesmo, têm me esclarecido muitas coisas.
    Hoje recorri aqui para ler mais sobre a Pomba-Gira Sete Saias (é a minha, na verdade ainda só sei isso) e reli muitas coisas aqui no blog.
    Tenho algumas dúvidas ainda, afinal sabemos que é um assunto muito sério e longo.
    Será que um dia você poderia falar sobre a Sete Saias mais especificamente se não for pedir muito?
    Tem como eu entrar em contato com você para tirar algumas dúvidas se puder?
    Abraços!

    Comentário por Tatiana | agosto 4, 2009 | Resposta

  8. Oieeee…

    Fiquei muito surpreso e curioso, com a Figueira, devidos "a alguns conflitos religiosos".

    Poderia me dizer mais!!!!

    Axé

    Comentário por Anonymous | agosto 7, 2009 | Resposta

  9. Sempre tive curiosidade sobre as pomba giras que trabalham na figueira. E realmente o que vc descreveu e o que a minha senhora vem me mostrando. Principalmente em sonho. Sonhei que estava em um castelo na Roma Antiga, e que no meio do patio eu estava deitada em uma cama cobertas com rosas verdes, e embaixo da cama saia labaredas de fogo.
    E nao conseguia entender o que significava aquele sonho. Trabalho com Dona Sete Figueira.

    Comentário por luciana | junho 17, 2010 | Resposta


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: